Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Governo paga até 250 mil euros a clientes do BPP

O Governo vai pagar aos clientes do retorno absoluto do Banco Privado Português (BPP) até 250 mil euros. A medida está prevista numa versão do Orçamento de Estado (OE) para 2010, a que a agência Lusa teve acesso.
26 de Janeiro de 2010 às 18:29
Cerca de 40 clientes do BPP manifestaram-se hoje
Cerca de 40 clientes do BPP manifestaram-se hoje FOTO: Vítor Mota

O Governo, que apresenta esta terça-feira o OE na Assembleia da República, compromete-se a pagar o intervalo entre o valor das aplicações que estiverem no Fundo Especial de Investimento e o tecto máximo de 250 mil euros.

Para os clientes receberem este valor devem particiar no Fundo Especial de Investimento 'que vier a ser constituído para recuperação das respectivas aplicações' e de reunir 'os critérios de elegibilidade legalmente aplicáveis do Fundo de Garantia de Depósitos e do Sistema de Indemnização dos Investidores'.

De acordo com o documento, os pagamentos serão realizados 'a título de ressarcimento indemnizatório, amortização de capital, distribuição de rendimentos, partilha de activos em liquidação ou qualquer outro'.

CLIENTES PROTESTAM JUNTO A SEDE DO BANCO

Os clientes do BPP receberam hoje a garantia de pagamentos até 250 mil euros dada pelo presidente da instituição, Adão Fonseca, que se reuniu com quatro dos cerca de 40 clientes que hoje protestaram junto à sede da instituição, em Lisboa.

No final da reunião com Adão da Fonseca, a porta-voz dos clientes anunciou que iriam ser pagos verbas até 250 mil euros no prazo máximo de três meses. Ângela Soares revelou que o presidente do BPP lhe confessou que pretende sair do banco até Abril 'com o problema resolvido'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)