Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Greve de Aveiro alastra

A crise laboral no porto de Aveiro poderá alastrar a outros portos nacionais com "formas de greve que podem vir a ser decretadas" se este conflito não for resolvido a "muito curto prazo", revelou ontem a Fesmarpor, a confederação dos sindicatos marítimos e portuários.
20 de Agosto de 2009 às 00:30
A totalidade dos portos nacionais pode paralisar
A totalidade dos portos nacionais pode paralisar

A confederação afirma, em comunicado, que "não pode ficar indiferente à conflitualidade laboral no porto de Aveiro e, por isso, declara firmemente que, a prosseguir a estratégia empresarial de violação de direitos fundamentais dos trabalhadores, ver-se-á impelida a envolver as demais organizações sindicais do sector que possam contribuir para a urgente superação de tal conflito".

A actual greve dos estivadores de Aveiro entrou na terceira semana, tendo provocado já um desvio de uma média de 12 navios por semana.

PREJUÍZO: 500 000€

Segundo a Fesmarpor a greve pode causar prejuízos diários de 500 mil euros em Aveiro. O suficiente para pagar os subsídios de férias.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)