Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Greve de revisores pára 63% dos comboios regionais

A greve dos trabalhadores das bilheteiras e revisores está com uma adesão de 100 por cento e a causar perturbações no serviço regional da CP, disse neste domingo à Lusa o presidente do Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI).
20 de Maio de 2012 às 13:54
"Estamos com uma adesão total e a própria CP já admitiu algumas supressões de comboios", disse Luís Bravo
'Estamos com uma adesão total e a própria CP já admitiu algumas supressões de comboios', disse Luís Bravo FOTO: d.r.

"Estamos com uma adesão total e a própria CP já admitiu algumas supressões de comboios", disse Luís Bravo.

Contactada pela Lusa, a porta-voz da CP, Ana Portela, referiu que às 12h00, 63 por cento dos comboios regionais foram suprimidos.

"Até ao momento não há perturbações no longo curso. Estão a realizar-se todos os comboios", afirmou.

Os trabalhadores das bilheteiras e revisores contestam o pagamento de apenas 50 por cento em dia feriado ou de descanso, que representa entre 10 a 15 euros, alegando que "têm de pagar para ir trabalhar nesses dias" porque muitos são "obrigados" a levar o carro para o trabalho.

"As horas de entrada e saída são em períodos em que não existem transportes públicos", explicou o presidente do sindicato.

"É inadmissível. Não somos funcionários públicos mas aplicam-nos o regime da função pública", frisou.

A greve dos trabalhadores das bilheteiras e revisores termina às 24h00.

cp comboios regionais longo curso greve revisores transportes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)