Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Helena André: “A maioria das greves tem legitimidade”

A ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Helena André, considera que "a maioria das greves tem legitimidade", por isso diz compreender a desta quarta-feira.
24 de Novembro de 2010 às 18:39
Helena And´re diz compreender "todas as greves", já que "a maior parte tem legitimidade, sobretudo quando se destinam a defender os interesses dos trabalhadores e dos sindicatos"
Helena And´re diz compreender 'todas as greves', já que 'a maior parte tem legitimidade, sobretudo quando se destinam a defender os interesses dos trabalhadores e dos sindicatos' FOTO: Pedro Catarino/Arquivo CM

Questionada se apoiaria a greve caso ainda estivesse nos quadros da UGT - como aconteceu na paralisação de 1988 -, a ministra, que também foi secretária-geral da Comissão Europeia de Sindicatos, disse aos jornalistas que "compreende todas as greves", já que "a maior parte tem legitimidade, sobretudo quando se destinam a defender os interesses dos trabalhadores e dos sindicatos".               

Já levada a comparar a greve geral desta quarta-feira com a que aconteceu há 22 anos, que também uniu a CGTP e a UGT, a ministra disse que "talvez a grande diferença é que na greve geral de 1988 estávamos a falar de uma matéria  estrictamente laboral, tratava-se do célebre pacote laboral".         

Pelo contrário, "hoje estamos a falar de matérias muito mais amplas, que são matérias que têm intimamente a ver com aquilo que foram as opções do Governo para responder às questões do nosso país da crise financeira, que rapidamente se transformou numa crise económica", afirmou.        

Helena André Greve Geral
Ver comentários