Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Hotel flutuante no Algarve

O primeiro navio de cruzeiro de luxo a operar ao longo da costa algarvia larga hoje amarras para a sua viagem inaugural. O ‘Algarve Cruiser’, um barco com capacidade para 130 passageiros, é propriedade do Grupo Douro Azul, representando um investimento de 10 milhões de euros. Se o negócio correr de feição, ao longo dos próximos quatro anos deverão entrar em funcionamento mais dois navios.
10 de Julho de 2005 às 00:00
O preço do cruzeiro ronda os 850 euros por pessoa
O preço do cruzeiro ronda os 850 euros por pessoa FOTO: José Carlos Campos
Por um preço médio de 850 euros, os turistas terão oportunidade de efectuar uma viagem de sete dias a bordo do moderno navio-hotel, que fará o percurso de ida e volta entre o rio Arade, em Portimão, e o Guadiana, em Alcoutim.
Sempre a navegar com terra à vista, o ‘Algarve Cruiser’ tem escalas previstas em Vilamoura, Vila Real de Santo António e Ayamonte (Espanha), possibilitando ainda visitas de autocarro a Mértola, Faro, Sevilha e Silves, locais considerados de interesse histórico.
Mário Ferreira, presidente do conselho de administração do Grupo Douro Azul, revelou que futuramente o navio fará também escala na cidade de Faro, mas para tal é necessário que antes seja feita a dragagem do canal de acesso, o que espera que aconteça “em breve”. Existe ainda o propósito de estender a viagem ao longo do rio Guadiana “até Mértola”.
De acordo com o empresário, as perspectivas em relação à procura deste novo produto turístico na região algarvia “são positivas”. O primeiro grupo de turistas que viaja no ‘Algarve Cruiser’ é constituído por franceses e suíços, seguindo-se britânicos e portugueses. Mário Ferreira salientou, aliás, que, sobretudo neste primeiro ano de actividade, está a contar “com o mercado português”.
A partir de 2006 – e para além dos turistas europeus, nomeadamente britânicos, suíços e alemães – o navio-hotel passará a receber clientes norte-americanos, havendo já contratos firmados com o referido mercado.
OPÇÃO DE COMPRA
O ‘Algarve Cruiser’, que teve como padrinhos de baptismo duas figuras públicas, Liliana Campos e Júlio Magalhães, irá operar “ao longo de todo o ano”. O navio, com quase 80 metros de comprimento e concebido quer para a navegação em rio quer em mar, foi construído em Portugal, nos estaleiros navais de Viana do Castelo.
O Grupo Douro Azul tem com os referidos estaleiros uma opção de compra de mais dois navios do género, que deverão começar a operar na costa algarvia em 2007 e 2009, respectivamente.
Mário Ferreira destacou o facto do turismo de cruzeiro funcionar como “um complemento importante ao turismo de sol e praia” que caracteriza de forma muito vincada a oferta do Algarve, tirando partido do potencial cultural, histórico e paisagístico desta região e também do Alentejo.
O Grupo Douro Azul conta com 12 anos de experiência em cruzeiros no rio Douro, dispondo de catorze navios. O sucesso da actividade desenvolvida no Norte do País levou a empresa a equacionar, há cerca de dois anos, a expansão do negócio ao Algarve, através da junção dos conceitos de cruzeiro costeiro e fluvial.
NOVO PRODUTO DE QUALIDADE
O presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), Hélder Martins, considerou que o início da actividade do ‘Algarve Cruiser’ significa “o aparecimento de um novo produto turístico de qualidade, pelo que este é um dia muito importante para a região”. Para este responsável, “não descurando o sol e praia, é necessário ir à procura de alternativas e complementaridades”, realçando que o turismo de cruzeiro permite a vinda de visitantes de mercados não tradicionais na região, como é o caso do norte-americano. O presidente da RTA afirmou que “estamos a fazer parcerias para este novo produto, nomeadamente no estrangeiro”. Hélder Martins defendeu, por outro lado, a necessidade de serem resolvidos os problemas que impedem a navegação até Mértola e até Silves.
PORMENORES
PASSAGEIROS
O ‘Algarve Cruiser’ tem quatro pisos e 65 cabinas, 40 das quais com varanda privativa. O navio-hotel tem capacidade para receber 130 passageiros, incluindo pessoas portadoras de deficiência motora, dado que está equipado com um elevador hidráulico. A maior parte dos turistas que costuma embarcar em viagens de cruzeiro pertence à classe média-alta e faz parte de uma faixa etária superior aos 50 anos.
EQUIPAMENTOS
O navio agora inaugurado na região algarvia – e que é ‘gémeo’ de um outro que opera no rio Douro, o ‘Douro Queen’, fazendo o percurso entre o Porto e Vega de Terron, em Espanha – está dotado de um pequena piscina, dois jacuzzis, um restaurante, um bar panorâmico e uma loja de artesanato e recordações. O barco de cruzeiro dispõe de uma tripulação constituída por 36 pessoas.
INTERESSE
Turistas e população de Portimão têm revelado um grande interesse em ver de perto o ‘Algarve Cruiser’, que desde há alguns dias se encontra aportado no Cais Gil Eanes, junto à Casa Inglesa. A cidade do Arade será, aliás, sempre o porto de partida e de chegada do barco. Os turistas que participam no cruzeiro inaugural encontram-se desde ontem instalados no navio-hotel, embora só hoje tenha início a viagem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)