Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

IGAE REFORÇA VIGILÂNCIA NAS PRAIAS

A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) vai reforçar a vigilância aos estabelecimentos comerciais junto às praias, em especial, restaurantes e esplanadas.
21 de Maio de 2003 às 00:00
A garantia foi dada por Mário Silva, inspector-geral da IGAE. Aquele responsável afirmou que é intenção da inspecção “dar um sinal claro a todos os turistas que Portugal é um local que vale a pena visitar e regressar”.
Mário Silva confirmou que todas as questões relacionadas com a Saúde Pública, em particular as directamente ligadas à segurança alimentar, estão no topo das prioridades da IGAE.
“Todos os locais onde existe uma grande concentração de pessoas nesta época do ano, serão objecto da nossa atenção. Do Algarve ao interior do País”, referiu Mário Silva.
Entretanto, a actuação da IGAE durante a época da Páscoa cifrou-se na instauração de 514 processos contra abates clandestinos, sendo 64 deles processos-crime.
A fiscalização detectou também produtos e medicamentos de uso veterinário ainda não homologados em Portugal.
“Estamos a falar de dois tipos de produto; o Phraneril e o Capalan, que não estão na lista dos produtos proibidos, mas que ainda não têm a homologação para serem utilizados no nosso País”, referiu Mário Silva. O inspector-geral referiu, a propósito, “que não existe uma preocupação específica com a utilização de nitrofuranos ( na ressaca da crise que abalou o sector aveícola), mas que a IGAE está atenta à utilização de substâncias na alimentação animal”.
Ver comentários