Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

INE confirma inflação de 9,1% em julho, a mais alta desde o final de 1992

Indicador de inflação subjacente também acelerou, tendo registado uma 6,2%.
Jornal de Negócios 10 de Agosto de 2022 às 11:19
A carregar o vídeo ...
INE confirma inflação de 9,1% em julho, a mais alta desde o final de 1992
O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou esta quarta-feira que a taxa de inflação registou uma subida homóloga de 9,1% em julho. Em comparação com o mês anterior, foi registada uma aceleração de 0,4 pontos percentuais no índice de preços ao consumidor, sendo este é o valor mais elevado desde novembro de 1992.

O indicador de inflação subjacente, que exclui produtos alimentares não transformados e energéticos, também acelerou, tendo registado uma 6,2%. Já o índice referente aos produtos alimentares não transformados apresentou uma subida homóloga superior, de 13,2% (mais 1,3 pontos percentuais face a junho).

(em atualização)

INE Instituto Nacional de Estatística economia negócios e finanças
Ver comentários