Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

IP8 vai arrancar no próximo ano

O secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas garantiu ontem em Beja que no próximo ano irão arrancar as obras do Itinerário Principal (IP) 8, via orçada em 130 milhões de euros e com características de auto-estrada em parte do troço, que irá ligar Sines a Vila Verde de Ficalho.
19 de Julho de 2007 às 00:00
Protocolo para a obra do nó entre IP8 e o Aeroporto de Beja
Protocolo para a obra do nó entre IP8 e o Aeroporto de Beja FOTO: Madalena Palma
“Não há nenhuma dúvida de que a adjudicação será em 2007”, sublinhou Paulo Campos na cerimónia de assinatura do protocolo da beneficiação da Estrada Municipal 528-2, entre o terminal civil do Aeroporto de Beja e a Estrada Nacional 121, no nó de S. Brissos do futuro IP8.
Sobre a reivindicação dos utentes e dos autarcas da região de Beja, que pretendem também quatro faixas de rodagem entre Beja e Ficalho, o secretário de Estado respondeu que tal não se justifica. “Depois de avaliado o projecto de execução e de analisados os indicadores não se justifica a construção de um IP com quatro faixas entre Baleizão e Vila Verde de Ficalho”. No entender do governante, a construção de uma via com essas características deve ter volume de tráfego médio diário de dez mil veículos, “situação que não se verifica nesse troço”.
Em Janeiro passado o primeiro-ministro José Sócrates lançou a primeira pedra da construção do Aeroporto de Beja e assumiu o compromisso do início da obras do IP8 no primeiro semestre deste ano. Paulo Campos acrescentou que a par do protocolo a deslocação a Beja teve também por objectivo “honrar os compromissos assumidos”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)