Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

IRS faz acerto no fim do ano

As tabelas de retenção na fonte apresentadas a 15 de Fevereiro vão ser aplicadas "à totalidade do ano de 2012", segundo o Ministério das Finanças, mas a retenção na fonte já este mês não será mais elevada para compensar o que ficou por reter em Janeiro, quando ainda se aplicou a antiga tabela.

19 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Ministro das Finanças, Vítor Gaspar, precisa de arrecadar mais receita fiscal
Ministro das Finanças, Vítor Gaspar, precisa de arrecadar mais receita fiscal FOTO: Tiago Petinga/Lusa

"O que vai acontecer é que no final do ano há um acerto de contas", explicou ao CM o bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), Domingues de Azevedo, ficando de fora a hipótese de em Fevereiro os portugueses terem uma retenção na fonte com efeitos retroactivos a Janeiro. "A tabela aplica-se a todo 2012, mas só se acertam contas no fim. As empresas não vão estar a reter mais do que está previsto na nova tabela", reitera o bastonário da OTOC.

Os portugueses vão pagar mais IRS relativo a 2012 com o agravamento das tabelas agora publicadas. A maioria dos trabalhadores atingidos pelas novas tabelas de retenção na fonte de IRS vai sofrer uma redução até 40 euros na remuneração líquida mensal.

Todos os salários ou pensões acima de 675 euros são penalizados pela máquina fiscal.

IRS IMPOSTOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)