Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

IRS nas contas dos contribuintes

As devoluções do IRS cobrado em excesso já começaram a ser depositadas nas contas dos contribuintes. Os primeiros a receber foram os trabalhadores por conta de outrem e pensionistas que entregaram as declarações de imposto via internet.
1 de Julho de 2007 às 00:00
As Finanças já começaram a devolver o dinheiro de IRS
As Finanças já começaram a devolver o dinheiro de IRS FOTO: Raúl Coelho
Segundo informações da Direcção-Geral das Contribuições e Impostos (DGCI) mais de 1,6 milhões de agregados familiares entregaram a declaração de imposto por internet na primeira fase. Foram estes os primeiros contribuintes que, desde sexta-feira, já têm na conta o imposto pago a mais.
As devoluções da primeira fase deverão continuar até ao final do mês de Agosto com os contribuintes da segunda fase (trabalhadores independentes e rendimentos de capitais) a receberem o imposto a partir de 1 de Setembro.
Mais de 1,1 milhões de contribuintes com rendimentos oriundos do trabalho independente ou de rendimentos de capitais, entregaram a sua declaração de imposto via internet.
Aumentou o número de agregados que entregaram a declaração de IRS (mais 1,2 por cento), mas desceu o número de famílias que vão pagar imposto (menos seis por cento). Tal facto deve-se, por um lado ao número de declarações entregues, por outro à dedução específica da categoria H ser superior ao limite de dispensa de entrega da declaração e ainda da actualização da tabela de IRS e das deduções terem sido superiores ao aumento salarial.
DÍVIDAS DÃO DIREITO A RETENÇÃO
Tal como tem acontecido nos últimos três anos, a administração fiscal irá reter as devoluções de imposto em relação a todos os contribuintes com dívidas ao Fisco.
A administração tributária tem cruzado a informação com uma dezena de bases de dados diferentes (onde estão impostos tão diversos como o Imposto Municipal sobre Imóveis, o Imposto sobre o Valor Acrescentado e o Imposto de Selo), de modo a detectar falhas nos pagamentos das obrigações fiscais dos contribuintes.
Ver comentários