Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Jerónimo Martins no Parlamento

O Parlamento discute a 13 de Janeiro as propostas do PCP e do BE para tributar as empresas que mudem a sede das suas holdings para o estrangeiro, depois da Jerónimo Martins, detentora dos supermercados Pingo Doce, ter transferido a sua sede, com a venda de 56% a uma subsidiária, para a Holanda. Mas o momento mais surpreendente da discussão, ontem no Parlamento, foi a sugestão do porta-voz do CDS-PP, João Almeida de se alterar consumos.

5 de Janeiro de 2012 às 01:00
Deputados agendaram para dia o próximo dia 13 o tema da fuga de empresas para o estrangeiro
Deputados agendaram para dia o próximo dia 13 o tema da fuga de empresas para o estrangeiro FOTO: Tiago Petinga/Lusa

"Como é evidente, qualquer consumidor tem todo o direito, perante uma opção destas do empresário, de adaptar o seu perfil de consumo", declarou o dirigente centrista. Mais tarde , quis corrigir as suas palavras, esclarecendo que não apelou a qualquer boicote.

João Almeida reconheceu, ainda, que o Governo pretende aplicar medidas, mas só quando o programa de assistência financeira o permitir. A Oposição insistiu, sobretudo, na legislação para evitar a "fuga à tributação dos lucros". Um dos motivos que pode ter levado a Jerónimo Martins a tal operação será uma decisão do Tribunal Central Administrativo Sul que deu razão ao fisco, segundo fiscalistas citados pela Lusa.

JERÓNIMO MARTINS PARLAMENTO HOLANDA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)