Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Juros da dívida estáveis

Os juros da dívida soberana estão esta sexta-feira praticamente inalterados em Portugal a dois, cinco e dez anos, enquanto os juros de Espanha e da Itália descem em todos os prazos.
21 de Setembro de 2012 às 10:25
Investidores não estão a fugir da dívida portuguesa
Investidores não estão a fugir da dívida portuguesa FOTO: d.r.

Cerca das 09h30, os juros da dívida soberana portuguesa a dois anos subiam ligeiramente dos 5,069 por cento de quinta-feira para os 5,071 por cento de hoje, enquanto a cinco anos negociavam no mercado secundário nos 6,740 por cento (o mesmo valor do dia anterior) e a dez anos situavam-se nos 8,601 por cento (8,600 por cento na véspera).

Os investidores estão hoje atentos ao resultado das reuniões bilaterais entre o primeiro-ministro italiano, Mario Monti, e os líderes da Grécia, Irlanda e Espanha, os três países da União Europeia (UE) que se confrontam com a crise da dívida.

Os juros da dívida de Espanha caíam em todos os prazos e a dez anos situavam-se nos 5,716 por cento (5,772 por cento no dia anterior).

Na Itália, os juros da dívida seguiam também no mercado secundário a aliviar em todas as maturidades. A dois anos situavam-se nos 2,154 por cento, a cinco anos negociavam-se a 3,811 por cento e a dez anos os investidores pediam 4,958 por cento.

Já na Grécia, a tendência dos juros da dívida era de queda a dez anos para os 20,485 por cento.

Mercados Juros Yield Investidor OT BT
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)