Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Juros descem em Portugal a 2 e 10 anos e sobem em Espanha em todos os prazos

Os juros exigidos pelos investidores para comprar dívida portuguesa estão a descer 2 e 10 anos, mas os títulos de dívida espanhola mantêm-se pressionados em todos os prazos.
23 de Dezembro de 2011 às 11:58
Os juros praticados em Portugal situavam-se nos 15,159
Os juros praticados em Portugal situavam-se nos 15,159 FOTO: d.r.

Pelas 9h35, os juros praticados em Portugal situavam-se nos 15,159 por cento a dois anos, negociavam-se a 15,756 por cento a cinco anos e seguiam a quebrar para os 13,166 por cento a dez anos. 

 No entanto, em Espanha a tendência era de subida. A dois anos, as taxas exigidas situavam-se nos 3,652 por cento, no prazo dos cinco anos seguiam nos 4,593 por cento e a dez anos transaccionavam-se nos 5,372 por cento.

Já na Grécia, os juros da dívida recuavam a dois e dez anos para 152,14 e 35,126 por cento, respectivamente, enquanto que a cinco anos subiam para os 52,982 por cento. 

Por sua vez, na Itália, os juros da dívida soberana estavam a cair nas maturidades mais curtas e a subir no prazo mais longo. A dois anos negociavam-se nos 5,128 por cento, a cinco anos nos 6,236 por cento e no prazo dos 10 anos avançavam para os 6,921 por cento. 

Esta sexta-feira, Lorenzo Bini Smaghi, que pertence à comissão executiva do Banco Central Europeu (BCE) afirmou que não é de excluir que a autoridade monetária europeia possa vir a intervir para combater a crise e a ameaça de deflação.

Até ao momento, o BCE não considera o risco de deflação para a zona euro, "mas se as condições mudarem...não vejo porque um instrumento adequado às características específicas da zona euro não deverá ser utilizado", disse o responsável, para quem o BCE "tem o dever de agir" para garantir a transmissão da sua política monetária. 

A flexibilização quantitativa é uma política monetária não convencional levada a cabo por bancos centrais na eventualidade de a política monetária convencional ser já insuficiente e consiste na compra de títulos da dívida de empresas ou de Estados para ajudar ao seu refinanciamento e aumentar a oferta de dinheiro. 

DívidajurosPortugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)