Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Krugman defende plano B caso Portugal saia do Euro

Nobel da Economia diz estar perturbado com situação europeia.
15 de Dezembro de 2015 às 09:50
Paul Krugman lembrou que a Grécia teve um plano B
Paul Krugman lembrou que a Grécia teve um plano B FOTO: Miguel A. Lopes

O prémio Nobel da economia Paul Krugman defendeu que Portugal deve ter um plano B para o caso de ser necessário sair do euro, alertando que o governo tem "pouca margem" de manobra

Krugman lembrou que a Grécia teve um plano B, que deve ser "considerado, mas não aplicado" e sobretudo "não deverá ser divulgado na imprensa".

O prémio Nobel da Economia de 2008 admitiu estar "perturbado com a situação política na Europa", alertando para "eventuais consequências na economia dos Estados membros".

Krugman deixou ainda conselhos ao novo primeiro-ministro, António Costa, considerando que tem condições financeiras, "agora que a crise está [a ficar] para trás".

Krugman acrescentou também que António Costa tem "pouca margem para fazer diferente do anterior governo", frisando não concordar "com a meta do défice de 3% da Europa".

"A Europa está a cometer um grande erro quando impõe os três por cento no défice em Portugal. É um grande erro", sustentou.

Krugman mostrou-se "muito preocupado" com o crescimento da extrema-direita na Europa, argumentando que "o progresso para uma Europa mais democrática parou e pode ter sido revertido", e prevendo que vai agora "viver-se um novo abrandamento na economia".

Nobel Paul Krugman Portugal política economia (geral)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)