Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

LEILÕES NA MIRA DA PJ

A Polícia, através da Direcção Central de Investigação da Corrupção e Criminalidade Económica e Financeira (concretamente através da Secção Central de Investigação de Corrupção) deteve ontem oito pessoas, alegadamente envolvidas em crimes de corrupção.
5 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Os detidos são funcionários judiciais, liquidatários, leiloeiros e empresários que, segundo um comunicado da PJ, “ teriam engrandecido os respectivos patrimónios à custa dos processos em que intervinham ou tinham possibilidade de exercer a sua influência e, desta forma, prejudicar os resultados dos diversos actos de venda dos bens neles apreendidos, em grande parte de valor elevado”.

“Em consequência dessa actuação, era lograda a venda destes a preços irrisórios, com contrapartidas pecuniárias extra processuais”, refere aquele documento. Para além de corrupção, os detidos estarão também envolvidos em participação económica em negócio, falsidade de perícia, denegação de justiça, abuso de poder e perturbação de arrematações.

A operação foi executada, em colaboração da Directoria de Faro e dos Departamentos de Investigação Criminal de Portimão e da Guarda. Entre os prejudicados encontram--se executados, exequentes e massas falidas, sobretudo, da zona sul do País.

Os detidos vão ser apresentados no Departamento de investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora, que tem a titualridade do inquérito, tendo em vista a aplicação das medidas de coacção.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)