Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Líderes europeus acordam "pacto para a competitividade"

Os líderes da zona euro acordaram esta sexta-feira um "pacto para o euro" com o objectivo de melhorar a competitividade.
11 de Março de 2011 às 19:56
Acordo prevê um maior controlo da despesa pública
Acordo prevê um maior controlo da despesa pública FOTO: Lusa

O acordo prevê um maior controlo da despesa pública e moderação salarial, anunciou o presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy.   
 
Isto no mesmo dia em que o Governo português negou em Bruxelas a existência de qualquer "buraco" nas contas públicas, que segundo o jornal alemão ‘Financial Times Deutsch’, teria sido detectado na recente missão da Comissão Europeia e Banco Central Europeu.  

"Não há qualquer discrepância de contas", garantiu Pedro Lourtie, acrescentando que as medidas adicionais de consolidação orçamental esta sexta-feira anunciadas nada têm a ver com o noticiado "buraco", mas sim com a necessidade de garantir que a meta de défice de 4,6 por cento no final do ano seja atingida, mesmo num cenário macro-económico mais negativo que o previsto, como explicaram  o primeiro-ministro e o ministro das Finanças.  

"Iremos reforçar as medidas de contenção da despesa que estão a ser implementadas em 2011, no sentido de nos proporcionar uma margem de segurança  adicional, que nos garanta de uma forma mais forte o objectivo" do défice de 4,6 por cento este ano, afirmou em Lisboa o ministro Teixeira dos Santos. 

Já José Sócrates garantiu mesmo, à chegada a Bruxelas, que "a execução orçamental está a correr bem, para não dizer muito bem", havendo "bons números, bons indicadores" em Janeiro e Fevereiro.  

comissão europeia ce europa contas públicas europa zona euro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)