Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Lisboa é região do país com maior expressão económica

Lisboa concentra 43% das empresas e 56% do volume de negócios do país.
23 de Fevereiro de 2016 às 13:35
Terreiro do Paço, Lisboa
Terreiro do Paço, Lisboa FOTO: João Santos

A região do Arco Metropolitano de Lisboa é a área do país com maior expressão económica, concentrando 43% das empresas e 56% do volume de negócios do país, revela um estudo apresentado esta terça-feira na Fundação Calouste Gulbenkian.

O estudo "Uma Metrópole para o Atlântico", apresentado na capital, especifica que a região do Arco Metropolitano de Lisboa (uma nova denominação) se estende desde Leiria até Sines e desde Lisboa até Évora e concentra "mais de metade do volume de negócios das empresas do país".

Esta macrorregião reúne "o maior número de empresas, de volume de negócios, exportações e emprego do país", sendo que a região da Grande Lisboa se destaca neste conjunto, acrescenta o estudo. A investigação revelou que o volume de negócios gerado pelo Arco Metropolitano de Lisboa provém em "56% das infraestruturas, 21% da indústria, 16% dos serviços [entre os quais o turismo] e 7% dos recursos naturais [agricultura e pecuária]".

Quanto aos mercados internacionais, o estudo especifica que "17% do negócio da região é exportação". Dentro da macrorregião, a região da Grande Lisboa concentra "três quartos do volume de negócios", sendo "90% desse volume proveniente das infraestruturas", entre as quais as telecomunicações ou os transportes.

Traçando um retrato geográfico, a docente da Faculdade de Letras da Universidade do Porto Teresa Sá Marques afirmou que a "dinâmica turística de Lisboa é inferior à do Porto", explicando que a capital "cresce menos porque já é muito grande".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)