Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Livro branco vai custar 90 mil €

O livro branco das empresas municipais encomendado pelo anterior governo custou 90 mil euros, apurou o Correio da Manhã. Na comissão de acompanhamento do estudo participam, entre outros, o jornalista Perez Metelo.
27 de Agosto de 2011 às 00:30
Presidente da Associação de Municípios, Fernando Ruas, diz que o livro custa uma “pipa de massa”
Presidente da Associação de Municípios, Fernando Ruas, diz que o livro custa uma “pipa de massa” FOTO: NUNO ANDRÉ FERREIRA

Os 90 mil euros são a "pipa de massa" a que se referiu ontem o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, depois de pedir ao actual governo para esperar pelas suas conclusões para decidir a extinção de mais de metade das empresas municipais. O CM sabe que os trabalhos para o livro branco, liderados pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), foram iniciados em Abril de 2010 e que o estudo só estará concluído e entregue ao governo em finais de Setembro.

Em declarações ao CM (ver mais informações na pág. 51), o secretário-geral da ANMP, Artur Trindade, que faz parte da comissão de acompanhamento, diz considerar ter demorado "demasiado tempo". E acrescenta que foi a própria ANMP que conseguiu em Agosto deste ano que a maioria dos municípios respondesse aos inquéritos enviados sobre o número de empresas municipais.

EMPRESAS MUNICIPAIS ADMINISTRADORES LIVRO BRANCO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)