Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

“Luta deve continuar até derrotar esta política”

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, acusou este sábado o Governo de mostrar "arrogância e indiferença" em relação aos portugueses "e às suas instituições", reiterando que o partido vai votar contra o Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).
19 de Março de 2011 às 18:59
Jerónimo de Sousa esteve ao lado de milhares de manifestantes em Lisboa
Jerónimo de Sousa esteve ao lado de milhares de manifestantes em Lisboa FOTO: Manuel de Almeida/Lusa

"A luta deve continuar e acentuar-se até derrotar esta política", disse Jerónimo de Sousa à agência Lusa durante a manifestação da CGTP-IN para a Avenida da Liberdade, em Lisboa.

O executivo socialista, afirmou o líder comunista, tem tido "uma posição de subserviência em relação" às "grandes potências da União Europeia".

A manifestação - "a maior depois da greve geral de Novembro", disse Jerónimo de Sousa - justifica-se devido ao "sentimento de indignação e protesto" dos cidadãos.  

"O povo português não aceita assistir passivamente a este afundamento do país, às injustiças que aumentam cada vez mais e que seriam profundamente agravadas caso este PEC fosse aprovado", disse o responsável comunista. 

A CGTP convocou esta manifestação nacional com o objectivo de que ela se tornasse "num dia de indignação e protesto". A manifestação foi precedida de duas pré-concentrações nas Amoreiras (para a Função Pública) e no Saldanha (sector privado).  

cgtp jerónimo de sousa manifestação lisboa trabalhadores governo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)