Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Mal-estar cresce no Exército

Está instaurado um novo mal-estar entre os oficiais do Exército por causa do novo sistema retributivo dos militares, recentemente aprovado pelo Governo.
23 de Agosto de 2009 às 00:30
Militares do Exército sentem que estão a ser prejudicados
Militares do Exército sentem que estão a ser prejudicados FOTO: Nuno André Ferreira

Segundo um documento interno, a que o CM teve acesso, posto a circular antes da aprovação final do diploma, o Comando do Exército salienta que as "assimetrias salariais" face a outras profissões, como magistrados ou professores universitários, que já serviram de referência para o vencimento dos oficiais se têm "ampliado" ao longo dos últimos anos. Hoje a disparidade face a essas profissões chega a ser de 50% a 60%, com prejuízo para os militares.

Exactamente por isso, o Comando do Exército sublinha "que a recuperação da equidade externa do sistema remuneratório dos militares das Forças Armadas, relativamente às profissões e categorias profissionais que no passado constituíram referência para esse efeito", "continua a ser o seu principal objectivo".

O novo regime remuneratório dos militares das Forças Armadas implementa aumentos para 2010 nos diversos cargos militares mas para o coronel Tasso de Figueiredo, da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA), "esses aumentos não são imediatos". Em causa estão as regras de transição para as novas posições remuneratórias. "Só haverá colocação na nova posição remuneratória, quando um militar de posto inferior for promovido", avança o coronel que considera que esta medida serve apenas para instituir um regime de poupança do Governo.

A AOFA critica ainda a "depreciação dos militares no quadro da Administração Pública". "Os oficiais estão com uma remuneração-base abaixo da dos técnicos superiores, o que nunca tinha acontecido", apontam.

O novo regime remuneratório das Forças Armadas foi elabora-do sem as associações representativas dos militares, o que originou críticas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)