Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Malparado sobe na habitação

O incumprimento no crédito à habitação voltou a aumentar em Setembro, atingindo 2,2 mil milhões de euros, aproximando-se agora dos dois por cento do total do crédito concedido para a compra de casa. Os dados do Banco de Portugal mostram ainda que continua em queda o crédito bancário à economia, com excepção dos empréstimos ao consumo.

6 de Novembro de 2012 às 01:00
CRÉDITO, HABITAÇÃO, MALPARADO
CRÉDITO, HABITAÇÃO, MALPARADO FOTO: GETTY IMAGES

As falhas no pagamento das prestações mensais do crédito à habitação reflectem as dificuldades crescentes das famílias em conseguir os rendimentos necessários ao cumprimento das suas obrigações. Em termos globais, os bancos registavam 15,2 mil milhões de euros de créditos em incumprimento, dos quais 4,9 mil milhões de euros das famílias.

Por outro lado, ainda de acordo com os dados da instituição liderada por Carlos Costa, os bancos emprestaram em Setembro mais dinheiro às famílias, a título de crédito ao consumo. Nos restantes tipos de crédito, foram concedidos menos 149 milhões de euros. Quanto ao valor total de crédito, quer às empresas quer às famílias, voltou a cair em Setembro, fruto das restrições impostas pelos bancos na concessão de empréstimos.

CRÉDITO HABITAÇÃO MALPARADO
Ver comentários