Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Manguito à Moody’s

O Zé Povinho, o famoso boneco das Caldas criado em 1875 por Rafael Bordalo Pinheiro, tem uma nova versão alusiva à recente notação financeira de ‘lixo’ atribuída pela Moody’s à dívida portuguesa. A peça ‘Toma, Moody’s’ visa, segundo a fábrica Faianças Bordalo Pinheiro, "servir de bandeira daquilo que vai na alma de todos os portugueses".
16 de Julho de 2011 às 00:30
A peça ‘Toma, Moody’s’ tem duas versões: de 64 e 33 euros
A peça ‘Toma, Moody’s’ tem duas versões: de 64 e 33 euros FOTO: Mario Cruz/Lusa

O renovado ‘manguito’, num sinal de resistência às opressões e injustiças a que o povo é submetido, vai estar à venda a partir do próximo dia 22 de Julho.

A estatueta ‘Toma, Moody’s’ tem duas versões, disponíveis em todo o País nas lojas da Vista Alegre Atlantis e na loja da Bordalo Pinheiro nas Caldas da Rainha: uma maior que representa o Toma, Moody’s na Barrica, que custa 64 euros, e outra mais pequena que tem apenas a designação de Toma, Moody’s, que custa 33 euros.

É comercializada dentro de uma caixa própria, acompanhada de um postal endereçado à Moody’s, onde cada um poderá escrever a sua opinião e, posteriormente, enviar para a sede da agência de rating.

As Faianças Bordalo Pinheiro foram adquiridas em 2009 pelo grupo Visabeira, que assegurou a sua continuidade.

INDÚSTRIA ESTATUETA MOODY'S MANGUITO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)