Marcelo promulga diploma que impede subsídio de desemprego inferior a 421 euros

Medida entra em vigor a partir de 1 de junho.
26.05.17
  • partilhe
  • 1
  • +
Marcelo promulga diploma que impede subsídio de desemprego inferior a 421 euros
Presidente da República Portuguesa Foto João Relvas/Lusa
O Presidente da República promulgou hoje o diploma do Governo para impedir que o subsídio de desemprego seja inferior ao Indexante dos Apoios Sociais (IAS), que em 2017 é de 421 euros, apesar das limitações do regime.

A 6 de abril, em Conselho de Ministros, o Governo aprovou a introdução de um 'travão' à redução do subsídio de desemprego, impedindo que este possa ser inferior ao Indexante dos Apoios Sociais (IAS), atualmente em 421,32 euros, tendo hoje mesmo o secretário-geral do PS, António Costa, sublinhado que, a partir de 1 de junho, o fim "do corte cego" de 10% nos subsídios de desemprego irá abranger 136 mil pessoas desempregadas de longa duração.

"Não obstante as limitações do novo regime legal, atendendo à relevância do passo dado e à necessidade de prudência financeira, o Presidente da República promulgou o diploma que altera o regime jurídico de proteção social da eventualidade de desemprego dos trabalhadores por conta de outrem", refere uma nota na página da Presidência da República.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!