Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Menos um milhão de telemóveis comprados em 2011

O número de telemóveis vendidos em Portugal ascendeu a cinco milhões em 2011, menos um milhão de unidades que no ano anterior, revela nesta quarta-feira um estudo do IDC - European Mobile Phone Tracker.
7 de Março de 2012 às 18:17
O estudo avança que no total foram vendidos 3,73 milhões de telefones tradicionais, o que representou uma queda de 24,6 por cento face ao ano anterior
O estudo avança que no total foram vendidos 3,73 milhões de telefones tradicionais, o que representou uma queda de 24,6 por cento face ao ano anterior FOTO: Rui Miguel Pedrosa

"O mercado de telecomunicações móveis sofreu uma queda abrupta que fica assinalada como a pior em Portugal", esclarece o estudo.

De acordo com Francisco Jerónimo, responsável europeu de research da área de telefones móveis da IDC, a descida nas vendas deveu-se "à forte taxa de penetração de telemóveis em Portugal, superior à média europeia, que faz com que a substituição destes seja menos frequente face a outros países".

Por outro lado, a diminuição do poder de compra dos consumidores e consequente redução da procura teve impacto no abrandamento da taxa de substituição dos telefones tradicionais por smartphones no ano passado, sublinhou.

O estudo avança que no total foram vendidos 3,73 milhões de telefones tradicionais, o que representou uma queda de 24,6 por cento face ao ano anterior.

Já no segmento dos smartphones este teve um crescimento de 16,4 por cento em 2011, quando comparado com igual período do ano anterior, tendo as vendas anuais atingido 1,32 milhões de unidades.

O trabalho indica que no quarto trimestre do ano passado se venderam 1,3 milhões de telemóveis, menos 17,4 por cento face a idêntico período do ano anterior.

Naquele período, os telefones tradicionais vendidos atingiram as 874 mil unidades, uma quebra de 25 por cento quando comparada com igual período do ano passado.

Contudo, as vendas de smartphones cresceram 4 por cento no último trimestre, para 435 mil unidades, tendo-se registado um aumento da taxa de penetração no mercado português.

 


O estudo permitiu concluir ainda que o segmento dos smartphones representou 33 por cento das vendas totais verificadas nos três últimos meses do ano passado.  

"Apesar da forte queda no quarto trimestre do ano passado, as vendas no período natalício ficaram acima das expectactivas", disse Francisco Jerónimo.

"Os resultados negativos verificados nos últimos trimestres levaram a que os operadores móveis optassem por uma gestão cautelosa de stocks no período de Natal, o que contribuiu para a ruptura de stock dos modelos em campanha de alguns operadores, em especial smartphones de baixa gama", concluiu.

telemóveis smartphones tecnologia telefones comunicações idc
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)