Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Merkel avisa Portugal

Portugal não está a fazer o suficiente para evitar o destino da Grécia e precisa de se esforçar mais para conseguir recuperar a economia, afirmou o vice-presidente do partido da chanceler alemã Angela Merkel.
15 de Setembro de 2010 às 00:30
Partido de Angela Merkel diz que Portugal tem de se esforçar mais
Partido de Angela Merkel diz que Portugal tem de se esforçar mais FOTO: Oliver Weiten/EPA

Em entrevista à Bloomberg, o também porta-voz para a área das Finanças do Partido Democrata Cristão, Mechael Meister, considera que "cada país tem de fazer a sua parte para impulsionar a sua economia na Zona Euro, não apenas cortando drasticamente nos gastos, como Portugal fez". Meister acrescentou que "precisamos de dar este sinal aos mercados: ‘não se preocupem, estamos a resolver os nossos problemas', e seria desejável uma maior participação de Portugal".

Para Mechael Meister, o crescimento económico no nosso país está a estagnado, enquanto o Governo enfrenta o desafio de como tornar as empresas e os salários mais competitivos. E sugere que o Governo de Sócrates aposte na Educação e Novas Tecnologias.

Depois da comparação com a Grécia, Mechael Meister garantiu ainda que "certamente não pode ser o nosso objectivo que outro Estado-membro tenha de usar o fundo de ajuda", referindo-se ao pacote de 110 mil milhões de euros que a União Europeia disponibilizou para salvar as contas helénicas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)