Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Merkel quer travar influência do Hypo Real Estate

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou este domingo que o seu governo não vai deixar que os problemas do maior banco hipotecário alemão, o Hypo Real Estate, contagie o restante sistema financeiro.
5 de Outubro de 2008 às 16:34
Merkel quer travar influência do Hypo Real Estate
Merkel quer travar influência do Hypo Real Estate FOTO: d.r.

O executivo de Merkel chumbou no sábado ao fim do dia o plano de emergência de 35 mil milhões de euros, o mais elevado de sempre na Alemanha.

Responsáveis do Bundesbank e do Bafin, o regulador financeiro alemão, reuniram-se ainda hoje num último esforço para salvar a instituição, mas Merkel defendeu, numa conferência de imprensa após um encontro com o ministro das finanças Peer Steinbrueck, que têm de se retirar consequências dos comportamentos irresponsáveis.

Steinbrueck adiantou que estão a ser estudadas medidas alternativas ao plano inicial, à medida da empresa.

A operação prevista para o Hypo Real Estate, uma das maiores instituições financeiras alemãs, consistia na disponibilização imediata de liquidez da parte dos bancos e do Banco Central Europeu (BCE) e de uma garantia de 35 mil milhões de euros, que seria avançada pelo Estado alemão, num montante até 26,5 mil milhões de euros, e pelos bancos, com 8,5 mil milhões.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)