Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Metro pára e reforça autocarros

Tribunal recusou serviços mínimos. Movimento dos Utentes critica paralisação
29 de Maio de 2013 às 01:00

O Metro de Lisboa vai parar amanhã e não haverá serviços mínimos, de acordo com a decisão do Tribunal Arbitral. Devido à greve, convocada pelos sindicatos, o metro encerra hoje às 23h30, confirmou a empresa; garantindo, no entanto, o reforço dos autocarros da Carris. É a primeira vez que o metro pára totalmente este ano, depois de três greves parciais desde janeiro.

A Carris, que agora integra o Metro de Lisboa, vai reforçar os autocarros coincidentes com os eixos servidos pelo metropolitano, designadamente a carreira 736, entre Cais do Sodré e Campo Grande. "Se for preciso, reforçamos outras carreiras, mas só em função das necessidades, no próprio dia", explicou ao CM fonte da empresa pública.

A administração do Metro de Lisboa tinha proposto a realização de serviços mínimos, o que garantia a circulação em duas linhas – amarela e azul –, com intervalos de cerca de sete minutos, mas o tribunal arbitral recusou. O Movimento dos Utentes do Metropolitano de Lisboa criticou a greve e apelou ao luto, na sexta-feira, como forma de protesto. Esta comissão considera que o metro é um transporte "cada vez mais deficitário, com menos carruagens, mais tempo de espera, menos velocidade e com um brutal tarifário".

O Metro de Lisboa voltou a perder passageiros em 2012, numa quebra quantificada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de 13,4 por cento relativamente ao ano anterior.

Em termos gerais, quer o Metro de Lisboa, quer o do Porto, perderam tráfego, sobretudo no último semestre do ano. Segundo o INE, "a redução do número de passageiros tem vindo a ocorrer desde o segundo trimestre de 2011 e acentuou-se progressivamente". Recorde-se que o preço médio das tarifas subiu 15 por cento em agosto de 2011.

METRO GREVE PROTESTO LISBOA AUTOCARROS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)