Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Ministro da Economia diz que essencial é manter TAP como "empresa bandeira"

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, defendeu este domingo em Singapura que o essencial no processo de privatização da TAP é manter a empresa como companhia de bandeira em Portugal, sem manifestar preferência por um parceiro europeu ou asiático.
27 de Maio de 2012 às 15:29
O Presidente da República, Cavaco Silva, e o Ministro da Economia e do Emprego, Alvaro Santos Pereira, no encontro com representantes do Conselho Empresarial Português de Singapura
O Presidente da República, Cavaco Silva, e o Ministro da Economia e do Emprego, Alvaro Santos Pereira, no encontro com representantes do Conselho Empresarial Português de Singapura FOTO: LUSA / Paulo Carrico

Álvaro Santos Pereira juntou-se este domingo à comitiva do Presidente da República que realiza até segunda-feira uma visita oficial a Singapura e foi questionado sobre o apelo feito por Cavaco Silva para que as empresas do sudeste asiático examinem "cuidadosamente" as potencialidades do país, nomeadamente nos processos de privatização da ANA e TAP.

"Para nós o mais importante é garantir que a TAP continue a ser uma empresa bandeira em Portugal, que o 'hub' [centro de conexão de voos] de Lisboa seja mantido, porque nós somos uma porta muito importante quer para África, quer para o Brasil, e é muito importante que a TAP continue a desempenhar e reforçar este papel", disse, em resposta à pergunta se preferiria um parceiro asiático ou europeu para a transportadora aérea nacional.

O ministro da Economia sublinhou que o "o segredo é a alma do negócio" nos processos de privatizações, mas admitiu que o Governo tem interesse em explorar "todas as potencialidades".

"Havendo interesse das autoridades de Singapura, teremos todo o interesse também em falar com essas empresas", afirmou, dizendo que essencial será ter mais investimento de Singapura em Portugal e um aumento das exportações lusas para este território.

Falando aos jornalistas durante uma recepção com a comunidade portuguesa em Singapura, Álvaro Santos Pereira, que foi também ele emigrante durante muitos anos no Canadá, garantiu que se sente tão à vontade "com portugueses da diáspora ou de Portugal".

"É muito importante acarinharmos mais a nossa diáspora, até o valor económico da nossa diáspora", disse, acrescentando que esse tem sido um apelo constante do Presidente da República.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)