Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Ministros das Finanças definem desiquilíbrios económicos globais

Os ministros das Finanças das 20 maiores economias do mundo começam hoje em Paris a negociar as negociações, ou seja, a tentar chegar a acordo sobre indicadores comuns que possam definir os desequilíbrios económicos globais.
18 de Fevereiro de 2011 às 08:34
Economia, Ministros das Finanças, G-20, economia mundial, desiquilíbrios económicos, matérias-primas
Economia, Ministros das Finanças, G-20, economia mundial, desiquilíbrios económicos, matérias-primas FOTO: Agências

A reunião de Paris será a primeira debaixo da presidência francesa do  G20, que o presidente francês Nicolas Sarkozy quer utilizar para reformar  o sistema monetário mundial e os mercados de matérias primas para proteger,  afirma, os países mais pobres da turbulência do comércio internacional e  da volatilidade dos mercados financeiros.  

 

Um dos temas que preocupa sobretudo os líderes dos G20 são os efeitos  dos grandes fluxos globais de capital, que fazem aumentar o valor das divisas  de alguns países, prejudicando as suas exportações.          Há também observadores que dizem que o processo visa, sobretudo, convencer  a China a deixar a sua divisa, o yuan, ganhar valor mais rapidamente. Países  como os Estados Unidos e o Brasil, e mesmo a União Europeia, consideram  Pequim, com as enormes reservas cambiais e excedente comercial, como uma  das principais fontes dos desequilíbrios globais, o que o governo chinês  nega.  

 

A regulação dos preços das matérias-primas, e das alimentares, em particular,  promete também gerar polémica.

 

Economia Ministros das Finanças G-20 economia mundial desiquilíbrios económicos matérias-primas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)