Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Mira Amaral defende e-justice

A reforma da justiça em Portugal pode aumentar a taxa de crescimento económico entre 0,5 e 1 ponto percentual ao ano, sustentou ontem o presidente do conselho directivo do Fórum para a Competitividade, Mira Amaral.
3 de Setembro de 2007 às 00:00
Mira Amaral participa hoje numa conferência em Lisboa
Mira Amaral participa hoje numa conferência em Lisboa FOTO: Pedro Catarino
O gestor considera a “justiça electrónica [e-justice] fundamental para “simplificar e tornar mais rápida e transparente a justiça para os cidadãos e empresários, de modo a ajudar, ou pelo menos, não emperrar o desenvolvimento económico”. “Está provado que quando o sistema de justiça funciona mal, tem um impacto negativo no crescimento económico. É o que tem acontecido em Portugal”, afirmou Mira Amaral, que hoje participa numa conferência internacional, em Lisboa, sobre a importância da justiça electrónica no desenvolvimento económico, no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.
O presidente do Fórum para a Competitividade salientou que o actual Governo “tem tomado um conjunto de medidas muito positivas para simplificar e tornar mais rápida” a justiça portuguesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)