Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Mota-Engil em alta

A Mota-Engil foi a empresa do PSI 20 que mais se valorizou na sessão de ontem: 4,18 por cento, para 5,73 euros. A construtora presidida por António Mota negociou 590 981 títulos.
7 de Março de 2007 às 00:00
António Mota
António Mota
Na segunda posição dos ganhos, ficou a Sonaecom. A operadora de telecomunicações, que não conseguiu comprar a PT, fechou a 4,8 euros, mais 4,12 por cento. Seguiu-se a Sonae SGPS, que terminou a sessão a valer 1,62 euros, com uma progressão de 3,85 por cento, e foi a que negociou mais papéis: quantidade superior a 29 milhões.
O principal índice da praça portuguesa subiu 1,05 por cento, impulsionado por todos os títulos, excepto o BPI e a Brisa. A instituição financeira caiu 1,42 por cento, para 6,26 euros, a maior concessionária de auto-estradas em Portugal, 0,61 por cento, para 9,82 euros.
Dos pesos-pesados, a EDP foi o mais valorizado. A energética fechou a 4,18 euros, com um ganho de quase um por cento, e transaccionou mais de 26 milhões de acções.
Ver comentários