Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Mudanças nos CTT

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações consideram que o presidente dos CTT, Luís Nazaré, “tem uma ideia distorcida” sobre o Acordo de Empresa (AE) ou então “foi mal aconselhado”.
13 de Setembro de 2005 às 00:00
Em entrevista ao Jornal de Negócios, Nazaré frisou que quer um novo AE, pois o actual, de 1977, não faz mais sentido. O sindicato diz que o AE data de 1981 e não de 1977 e que, ao contrário do que Nazaré afirma, “os delegados sindicais não usufruem de benesses” nem os trabalhadores têm “benefícios serôdios”.
Além disso, o AE “não é para acabar, é para manter ou substituir”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)