Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Muitos hotéis fecham na época baixa

Muitos hotéis devem fechar na denominada época baixa, principalmente no Algarve, no Alentejo e no Centro, porque a procura é reduzida nessa altura, admitiu a presidente da direcção executiva da Associação de Hotelaria de Portugal (AHP).
18 de Novembro de 2012 às 13:42
Cristina Siza Vieira prevê maior número de hotéis a fechar no Inverno
Cristina Siza Vieira prevê maior número de hotéis a fechar no Inverno FOTO: d.r.

"No ano passado, os encerramentos na época baixa (Inverno) foram de 11% a nível nacional. Este ano, a expectativa é de que encerrem mais, principalmente no Alentejo", disse Cristina Siza Vieira, em declarações à Lusa.

"No Alentejo mais de 80% do turismo é nacional. A nossa preocupação com o Alentejo é muito grande", frisou a responsável.

No Algarve, onde no ano passado 30% dos hotéis encerraram no inverno e este ano devem fechar mais de 100, e na região Centro também são esperados muitos fechos temporários, disse.

Afirmando que sempre houve hotéis que "encerram no inverno porque é a altura de férias de empregados, de remodelações, de obras de conservação", Cristina Siza Vieira admitiu, contudo, que nos últimos anos os motivos prendem-se sobretudo com a crise.

"Agora esta situação ganhou já contornos sistemáticos, de repetição. Tem a ver com a sazonalidade que se verifica nas férias de lazer. Os hotéis fecham porque não têm procura suficiente", disse.

"Os nossos mercados emissores principais também estão em recessão. De Espanha há uma quebra abrupta. E não faz sentido ter estruturas abertas numa altura em que a procura cai a pique", sublinhou.

Quanto à situação em que ficam os empregados desses hotéis, Cristina Siza Vieira explicou que muitos estão de férias nessa altura e outros vão trabalhar para hotéis do mesmo grupo que ficam abertos.

 

Cristina Siza Vieira hotéis époxa baixa turismo associação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)