Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

MULHERES ROUBAM MAIS

Portugal é o segundo país da Europa onde se mais rouba nas grandes superfícies, revelou ontem o terceiro relatório do barómetro europeu. O total dos prejuízos causados por furtos será da ordem dos 50 milhões de euros por ano.
19 de Junho de 2003 às 00:00
As mulheres entre os 15 e os 35 anos protagonizam o maior número de furtos, revelou ontem ao CM uma fonte do sector. Entre os artigos mais pretendidos estão as lâminas de barbear, os perfumes, o camarão, o uísque e os vinhos. Com a crise económica a bater à porta, os pequenos furtos têm aumentado.
"As pessoas tiram uísque da caixa de 12 anos e colocam a garrafa numa caixa de uísque novo para pouparem 25 euros”, revela Vítor Salvado, director de Controlo Operacional da Jerónimo Martins. Nos últimos seis meses, o furto de atum também tem aumentado substancialmente.
Mas se as mulheres roubam mais porque vão mais ao supermercados, os homens quando vão também tentam ludibriar a lei, roubando discos cassetes e vinhos.
Entre as medidas mais eficazes contra o furto estão as vitrinas de segurança, para artigos com maior valor, como os telemóveis e a venda assistida para artigos mais pequenos como as pilhas e os vernizes. Entre as novidades estão os cartões com fotografias dos produtos expostos. O cliente leva o cartão e recebe o produto na caixa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)