Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Mundial segura turistas

O campeonato mundial de futebol prejudicou as viagens dos portugueses para o estrangeiro em época de férias. Além de terem começado a pensar nas férias mais tarde do que nos anos anteriores, muitos portugueses optaram por não sair de território nacional, revelou ao CM a Associação das Agências de Viagens e Turismo (APAVT).
13 de Agosto de 2006 às 00:00
Muitos portugueses foram à Alemanha ver os jogos
Muitos portugueses foram à Alemanha ver os jogos FOTO: Roland Weihrauch, Epa
Ainda sem números para contabilizar, o vice-presidente da APAVT, Eduardo Pinto Lopes, afirmou que “só depois de 10 de Julho, ou seja, após o fim do Mundial, é que as pessoas começaram a procurar as agências de viagens para reservar as suas férias”.
Segundo este responsável, as reservas para o período entre 15 de Julho e 15 de Agosto decorreram dentro da normalidade, sem que se registasse um aumento face a anos anteriores, e as marcações para o período seguinte estão a decorrer ao mesmo ritmo.
“A oferta também tem sido menor este ano, exactamente por causa do Mundial”, ressalvou Eduardo Pinto Lopes, justificando que “este é um fenómeno que acontece em anos de grandes eventos desportivos”.
“Houve muitas pessoas que viajaram para a Alemanha para assistir aos jogos e houve outras pessoas que preferiram investir em ecrãs de plasma e equipamento do género e, como se sabe, o orçamento familiar não chega para tudo”, explicou aquele responsável.
Com as opções de viajar para o estrangeiro limitadas, muitos portugueses optaram pelo destino tradicional – o Algarve. A província mais a Sul do País está a ter “uma das melhores épocas dos últimos anos” e está mesmo “acima das previsões iniciais”, segundo Elidérico Viegas, da Associação dos Hotéis do Algarve.
“As previsões iniciais apontavam para um crescimento de dois a três por cento, mas nesta altura esperamos chegar aos quatro a cinco por cento”, declarou Elidérico Viegas, sublinhando que em Julho último a taxa de ocupação dos hotéis algarvios subiu sete por cento “e Agosto está praticamente cheio”.
A Associação dos Hotéis do Algarve prevê encerrar o ano turístico, que termina a 31 de Outubro, com uma taxa de ocupação de 60% que, apesar de ficar aquém do ideal, representa um aumento significativo em relação aos últimos quatro anos.
MARCAR TUDO PELA 'NET'
Os portugueses ainda não descobriram as potencialidades da internet para a marcação de férias mais baratas. De acordo com o vice-presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo, “o mercado da internet não deve ser descurado, mas ainda não representa uma ameaça em Portugal”, como já sucede noutros países.
Por desconfiança quanto à segurança do meio informático ou pelo trabalho que dá ter de marcar voos, hotéis e tudo o mais que for necessário de forma independente e sem ajuda, os portugueses ainda preferem ir à agência de viagens e adquirir pacotes já com todas as comodidades.
ESPANHÓIS COM LUCROS RECORDES
Os grupos turísticos espanhóis estão este ano a registar os seus melhores resultados de sempre fruto de um esforço que aliou o investimento à modernização e à diversificação.
Com voos baratos, opções de marcações directas através da internet e a atracção de novos destinos, grupos turísticos como Sol Meliá, Barceló ou Riu estão a tirar proveito dos investimentos que realizaram ao longo dos últimos anos.
Embora sem ainda divulgar resultados, o Indicador Sintético do Turismo de Espanha tem vindo a demonstrar mais dinamismo do que a restantes actividade económica deste país.
A ocupação média dos hotéis para o período de Junho a Setembro, de acordo com as perspectivas do sector, será de 78 por cento, mais quatro por cento do que no ano passado, o que faz prever um aumento proporcional das receitas que para a época homóloga de 2005 rondou os dez mil milhões.
APONTAMENTOS
SOL E PRAIA
Os portugueses continuam a preferir os destinos de sol e praia para as suas férias. Este ano, os mais procurados têm sido o Algarve, a Madeira, as Caraíbas e o Brasil.
HOLANDESES
O Algarve está este ano a ser muito procurado por holandeses - uma subida de 27 por cento em relação ao ano passado. Seguem-se os irlandeses, com uma subida de 17 por cento.
SEGURANÇA
O conflito no Médio Oriente está a fazer com que mais estrangeiros preferiam o Algarve.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)