Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Nelas: Borgstena vai despedir cem

A empresa de tecidos de automóveis Borgstena, de Nelas, propôs este sábado várias medidas para diminuir os custos de produção, nomeadamente a redução de 288 para cerca de 180 trabalhadores e do seu tempo de trabalho.
17 de Janeiro de 2009 às 17:54

A administração da empresa, de um grupo sueco, reuniu-se esta tarde com os trabalhadores para lhes apresentar as medidas que pensa tomar na sequência da redução do volume de vendas.

“Fizemos uma actualização do orçamento, onde se verifica uma redução de 55 por cento em relação ao volume de vendas de 2008. Em função dessa situação tivemos de actuar e ver que acções podíamos fazer para compensar em termos de redução de custos essa quebra de vendas”, disse Jorge Machado, administrador da empresa.

As propostas deixadas aos trabalhadores foram “a eliminação de trabalho por turnos, a redução do número de efectivos por acordo e por não renovação de contratos a prazo que agora estão a terminar e a redução do tempo de trabalho”.

A administração tinha feito em Outubro “uma redução do orçamento de 30 por cento”, com a “pouca informação” obtida dos clientes em relação a uma projecção de vendas para 2009. Em Novembro e Dezembro, as encomendas baixaram ainda a mais, o que levou a administração da empresa a prolongar as férias de Natal. No início do ano, foi feito um novo ponto da situação, concluindo a administração que a redução das vendas era inevitável.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)