Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Nove socialistas votam a favor do pacote do Bloco

O Parlamento rejeitou hoje o pacote de medidas do Bloco de Esquerda contra a precariedade e pela protecção aos desempregados, com nove deputados do PS a votarem a favor de um projeto de lei para combater "o falso trabalho temporário".
21 de Junho de 2012 às 17:52
Isabel Moreira foi uma das deputadas socialistas a divergir do seu grupo parlamentar
Isabel Moreira foi uma das deputadas socialistas a divergir do seu grupo parlamentar FOTO: Bruno Colaço/Arquivo CM

O projecto de lei apresentado pelo Bloco de Esquerda foi rejeitado pelo PSD, PS e CDS-PP e teve os votos favoráveis do BE, PCP, PEV e dos deputados socialistas Ana Catarina Mendes, Isabel Moreira, Duarte Cordeiro, João Galamba, Pedro Nuno Santos, Pedro Alves, Rui Marques e Miguel Coelho.

A iniciativa bloquista para regular os contratos a prazo e clarificar os critérios de admissibilidade foi rejeitada pelo PSD, CDS-PP e PS, tendo votado favoravelmente o BE, PCP, PEV e a deputada socialista Isabel Moreira.

O projecto de lei para alterar o regime jurídico de protecção no desemprego, "tornando os programas ocupacionais voluntários e remunerados", foi chumbado pela maioria PSD/CDS-PP e pelo PS, com os votos a favor do BE, PCP, PEV e de Isabel Moreira.

Com a mesma votação foi rejeitado o projecto de resolução, igualmente proposto pelos bloquistas, recomendando ao Governo "a alteração imediata das condições do subsídio de desemprego para aumentar o apoio social a quem não tem emprego".

O Parlamento rejeitou ainda um projeto de resolução que recomendava ao Governo medidas urgentes para "pôr fim às injustiças a que os trabalhadores a falso recibo verde estão sujeitos".

Ver comentários