Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Obrigatório divulgar salários

As empresas cotadas em bolsa terão de passar a divulgar os ordenados individualizados dos administradores e membros dos órgãos de fiscalização. A obrigatoriedade decorre de um novo regulamento divulgado ontem pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), presidida por Carlos Tavares.
16 de Janeiro de 2010 às 00:30
Presidente da CMVM, Carlos Tavares, apertou regras às cotadas
Presidente da CMVM, Carlos Tavares, apertou regras às cotadas FOTO: Andre Kosters/Lusa

As novas regras vão ser já aplicadas nos próximos relatórios sobre o governo das sociedades, ou seja, serão conhecidas as remunerações de 2009 dos administradores, dos membros do Conselho Fiscal, do Conselho Geral e de Supervisão e da Comissão de Auditoria.

De acordo com o comunicado da CMVM, serão, desta maneira, obrigatoriamente divulgadas as remunerações individualizadas, "distinguindo as componentes que deram origem à remuneração váriável, bem como quais as parcelas da remuneração que já foram pagas e aquelas cujo pagamento foi diferido".

As empresas terão também de divulgar as remunerações pagas por outras empresas do grupo, de forma agregada e individual, e dos direitos de pensão que concederam. No entanto, só o terão de fazer em 2011, relativamente a este ano, uma vez que a CMVM adiou para o próximo ano a entrada em vigor desta disposição.

A política de remunerações dos administradores já era divulgada nas contas mas em bloco, por conselho de administração.

Ver comentários