Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Operação Furacão: Presidente da Mota-Engil ouvido no DCIAP

O presidente da Mota-Engil, António Mota, está desde o início da tarde desta quarta-feira a ser ouvido no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), em Lisboa.
3 de Novembro de 2010 às 17:49
António Mota entrou nas instalações do Campus de Justiça acompanhado pelo advogado Daniel Proença de Carvalho
António Mota entrou nas instalações do Campus de Justiça acompanhado pelo advogado Daniel Proença de Carvalho FOTO: Ana Brígida/JdN

António Mota entrou nas instalações do Campus de Justiça acompanhado pelo advogado Daniel Proença de Carvalho e está a ser ouvido no âmbito do processo Operação Furacão.

Segundo o 'Jornal de Negócios', o presidente do conselho de administração da Mota-Engil foi constituído arguido no processo há cerca de um ano e meio, altura em que a Mota-Engil foi indiciada neste caso, mas ainda não tinha sido ouvido pelas autoridades.

Fonte da empresa disse à agência Lusa que o grupo já liquidou os montantes que lhe foram pedidos pelas Finanças no âmbito do processo Operação Furacão.

A mesma fonte precisou que além do presidente da empresa, António Mota, que está a ser ouvido no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), outras pessoas da Mota-Engil prestaram declarações no âmbito do mesmo processo ao longo dos últimos cinco anos.

Quanto aos montantes em causa, a fonte não precisou valores.

antónio mota mota engil dciap
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)