Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Paiva Nunes esclarece Taguspark

No seguimento da notícia publicada no passado dia 27 de Fevereiro com o título "Arguido negociou ataque a Taguspark" recebemos de Domingos Paiva Nunes o seguinte esclarecimento: "A EDP, SA decidiu alienar a totalidade das participações que detinha em Sociedades Participadas não «core», em carteira na EDP I&P, tais como a Valorsul, a Ucal e, entre outras, a Taguspark.
16 de Março de 2010 às 00:30

Na qualidade de Vogal Executivo, o responsável pela área das Participações detidas pela Sociedade, o Eng.º Macedo Santos procedeu às negociações com as diversas Sociedades Participadas, reportando posteriormente ao Conselho de Administração o "ponto da situação" quanto às propostas alcançadas.

Conheci o Dr. Rui Pedro Soares, administrador da PT, quando, há cerca de 2/3 anos, este me solicitou o agendamento de uma reunião, quanto a assuntos de matéria da minha responsabilidade enquanto Vogal Executivo da EDP I&P, ou seja, referentes à área imobiliária da EDP, SA.

Posteriormente, o Dr. Rui Pedro Soares contactou-me, questionando-me se a EDP, SA estaria interessada em alienar a sua parte na Sociedade Taguspark. Conhecendo a decisão da EDP, SA em alienar as participações detidas em Sociedades Participadas, nas quais se incluía a Taguspark, de imediato transmiti esta informação ao meu colega responsável pela matéria – Eng.º Macedo Santos – aí cessando a minha intervenção.

Todas as negociações entre a PT e outros intervenientes da Taguspark, foram sempre da responsabilidade e intervenção directa do meu colega Eng.º Macedo Santos, responsável pela matéria, bem como do Presidente da EDP I&P, era a área Imobiliária! O conhecimento que tive das negociações empreendidas resulta da minha presença e participação no Conselho de Administração, exigências do cargo que à data ocupava – Vogal Executivo responsável pela área Imobiliária. Por assim ser, da proposta de alienação pela EDP, SA da participação no capital da Taguspark, à PT, consta a minha assinatura uma vez que tal proposta resultou duma decisão do Conselho de Administração, levada a discussão pelo Presidente da EDP I&P, como era procedimento normal.

Não conheço nenhum dos Administradores, Accionistas ou qualquer outro representante da Taguspark, nunca tendo negociado neste âmbito com ninguém. Nem quanto a esta Sociedade Participada em Particular, nem quanto a qualquer outra na qual a EDP, SA detinha participações.

Nestes termos, e pelo que ficou dito, exercendo o direito de resposta, afirmo peremptoriamente que é falso o conteúdo da notícia em epígrafe!

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)