Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

"Parte significativa" dos países da zona euro "não sobreviverá" a mais 5 anos de austeridade

O líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, afirmou este sábado que uma "parte significativa" dos países da zona euro "não sobreviverá" a mais cinco anos de austeridade. O socialista, que reagia ao apelo feito pela chanceler alemã, Angela Merkel, aos parceiros europeus para um "grande esforço" nos próximos cinco anos, acredita que mais austeridade terá um efeito de "selecção natural".
3 de Novembro de 2012 às 20:37
Carlos Zorrinho, líder parlamentar do PS
Carlos Zorrinho, líder parlamentar do PS FOTO: Pedro Catarino/Correio da Manhã

"Alguns países poderão emergir dessa derrocada até mais fortes, mas outros países não estão preparados para aguentar mais cinco anos sem perspectiva de crescimento", defendeu.

"Os países não morrem, mas os modelos, os projectos, os sonhos morrem", acrescentou Carlos Zorrinho, que falava num encontro com militantes socialistas em Sines.

Em declarações aos jornalistas no final do evento, o líder parlamentar do PS afirmou que Portugal, Espanha, Itália, Irlanda e Grécia são os países "que mais têm a perder" com uma política de austeridade.

"O que é, de facto, chocante é que o nosso primeiro-ministro não considere isso importante, chegue aos conselhos europeus e diga que Portugal não esteve em cima da mesa", criticou o socialista.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)