Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Paulo Portas chegou à China

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Paulo Portas, chegou hoje a Xangai, primeira etapa de uma visita de oito dias à China destinada a consagrar o bom momento das relações económicas bilaterais.
30 de Junho de 2012 às 12:32
Paulo Portas leva mais de meia centena de empresários na comitiva
Paulo Portas leva mais de meia centena de empresários na comitiva FOTO: Lusa

Paulo Portas é o primeiro-ministro do actual Governo português a visitar a China, com mais de cinquenta empresários, na maior missão do género enviada por Portugal aquele país nos últimos cinco anos. 

"A China é hoje um dos dez maiores parceiros económicos de Portugal e fez importantes investimentos em grandes empresas portuguesas. Esta visita é a consagração de um momento muito especial nas relações entre os dois países", disse o embaixador português na China, José Tadeu Soares. 

O ministro português chegou a Xangai cerca das 19:00 (12:00 em Lisboa), seguindo no dia 02 de Junho à tarde para Pequim, onde vai encontrar-se com o "número dois" do governo chinês, o vice-primeiro-ministro executivo, Li Keqiang, e dois ministros (Negócios Estrangeiros e Comercio). 

A viagem termina no dia 08 de Junho em Macau. A última grande missão empresarial enviada por Portugal à China, com cerca de 70 executivos, ocorreu em Janeiro de 2007, durante a visita do então primeiro-ministro, José Sócrates. 

Entretanto, as exportações portuguesas para a China mais do que duplicaram. 

Pelas contas chinesas, em 2011 as exportações portuguesas cresceram 54,11 por cento em relação ao ano anterior, para 1,16 mil milhões de dólares.  

O investimento chinês em Portugal também cresceu. 

A China Three Gorges pagou ao Estado português 2,7 mil milhões de euros por 21,35 por cento do capital da EDP, tornando-se o maior accionista da eléctrica portuguesa, e outra grande empresa estatal chinesa, State Grid, comprou 25 por cento da REN (Redes Energéticas Nacionais) por 387,15 milhões de euros.

Ver comentários