Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Endividamento: pedidos de ajuda estabilizam

Situação das famílias "não está melhor".
José Rodrigues 2 de Novembro de 2015 às 09:47
As famílias poupam cada vez menos e o endividamento excessivo manteve-se estável
As famílias poupam cada vez menos e o endividamento excessivo manteve-se estável FOTO: Yuri Arcurs/Hemera
O número de famílias sobre-endividadas estava no final de outubro próximo do nível verificado no mesmo período de 2014, numa altura em que a taxa de poupança dos particulares está em mínimos desde 1995.

Até 27 de outubro a Deco recebeu 26 035 pedidos de famílias sobre-endividadas, o mesmo que em igual período de 2013 e de 2014, e 59% dessas famílias estavam a trabalhar, 26% no desemprego e 15% na reforma.

"A situação não está melhor este ano", afirmou Natália Nunes, dirigente do Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado, explicando que o número de pedidos de ajuda é idêntico ao de 2014.

"Muitas das famílias que estavam a trabalhar [59%] foram confrontadas com cortes salariais e desemprego mas conseguiram este ano voltar ao mercado de trabalho, porém com rendimentos correspondentes ao salário mínimo", explicou a dirigente Natália Nunes.
Deco Gabinete de Apoio famílias taxa de poupança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)