Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Pedras preciosas em leilão

O Montepio Geral está a leiloar pedras preciosas e metais, desde ontem até amanhã, no número 124 B da Avenida António Augusto de Aguiar, em Lisboa. Os objectos em leilão são jóias entregues à instituição financeira pelos clientes em troca de verbas. Ou seja: objectos metidos à penhora.
3 de Fevereiro de 2005 às 00:00
Como essas verbas não foram pagas nos prazos estabelecidos, os artigos penhorados passaram para a posse do Montepio Geral, cujo negócio consiste em tudo o respeitante à actividade bancária. Por este motivo, está a fazer este leilão para, pelo menos, reaver as verbas mencionadas.
De acordo com a instituição, este leilão “cumpre a disciplina legal que regula as situações de incumprimento verificadas a cada momento e com a possibilidade prevista na lei para a regularização das situações de pagamentos em atraso, mantendo-se regular o número de leilões anuais.”
O Montepio Geral acrescentou que não pode revelar qual o valor das jóias levadas à praça por “razões de segurança” e “imperativos de ordem ética para com os respectivos clientes”.
Ver comentários