Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Pesca no Algarve rendeu 21 milhões de euros em seis meses

Foram vendidas mais de cinco mil toneladas de peixe.
José Carlos Eusébio 14 de Agosto de 2020 às 08:23
Peixe nas lotas algarvias
Peixe nas lotas algarvias FOTO: Pedro Noel da Luz
Nos primeiros seis meses deste ano foram vendidas mais de 5 mil toneladas de peixe nas lotas algarvias. A receita atingiu os 21,3 milhões de euros, segundo dados da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, a que o CM teve acesso.

A lota de Olhão surge como a mais importante da região, quer em quantidade (cerca de 2,4 mil toneladas) quer em valor (8,9 milhões de euros). Em média, o quilo de peixe transacionado naquela lota rendeu 3,66 euros.

Em termos de valor, Vila Real de Santo António (lota ‘especializada’ em marisco) surge em segundo lugar, com 4,4 milhões de euros. Apesar de só terem sido comercializadas 439 toneladas de pescado, o valor por quilo ultrapassou os 10 euros.

Portimão é a terceira lota em receitas, com 3,7 milhões de euros, e a segunda em quantidade, com 1,3 toneladas de peixe. O preço médio por quilo ficou-se pelos 2,81 euros.

PORMENORES
Outras lotas da região
Na lota de Lagos foram vendidas 725 toneladas de peixe, que renderam mais de 3,3 milhões de euros, enquanto na de Tavira a quantidade cifrou-se em apenas 138 toneladas, no valor total de 865 mil euros.

Quase 33 mil toneladas
No conjunto do continente português, os pescadores desembarcaram mais de 32,8 mil toneladas, tendo a receita atingido os 85 milhões de euros. Segundo dados da Direção-geral de Recurso Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, o preço médio por quilo foi de 2,58 euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)