Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Pfizer anuncia dez mil despedimentos

A Pfizer anunciou esta quarta-feira a intenção de despedir dez mil trabalhadores e encerrar algumas instalações e centros de investigação nos Estados Unidos, França e Japão. A redução do número de trabalhadores vai afectar também as unidades da empresa em Portugal.
24 de Janeiro de 2007 às 15:21
A intenção da farmacêutica, a principal empresa do sector no mundo, representa um corte de dez por cento da sua força laboral. Na origem dos despedimentos está uma política de poupança por parte da Pfizer, que conta assim poupar dois milhões de euros.
O encerramento das instalações da Pfizer nos Estados Unidos, França e Japão, previstas para o próximo ano, significa uma redução de 93 unidades para 48.
Com esta redução de custos a farmacêutica pretende aumentar as verbas disponíveis para a investigação e desenvolvimento de novos medicamentos.
As unidades da Pfizer a funcionar em Portugal também vão ser atingidas pelo corte no número de trabalhadores. Álvaro Rana, da Federação dos Sindicatos da Química Farmacêutica, em declarações à rádio ‘TSF’, disse que o número de despedimento será “considerável”, no entanto, só será possível conhecer o número exacto nas próximas semanas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)