Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

PIB CRESCE 2,4% EM PORTUGAL NO PRÓXIMO ANO

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) admite que o Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal cresça 2,4%, no próximo ano, mas alerta para uma retoma mais lenta do que o inicialmente previsto. O documento, divulgado esta quinta-feira, considera ainda que vai ser difícil manter o défice inferior a 3% em 2004.
16 de Setembro de 2004 às 14:26
No relatório económico sobre Portugal, a OCDE justifica as previsões da riqueza produzida no nosso país em 2005 com base num aumento de 6,2% do investimento e um acréscimo de 2,4% do consumo privado.
Mas a instituição avisa que a retoma económica deverá ser mais lenta que as anteriores e em 2005, pelo quarto ano consecutivo, o crescimento real do PIB deverá ser menor que no resto da União Europeia (UE), com consequências ao nível da convergência.
A OCDE considera que vai ser difícil Portugal alcançar um défice inferior aos 3 %, no corrente ano, salientado que são necessárias mais reformas do que as previstas.
No documento, a organização salienta que “a implementação de reformas profundas iniciadas na Administração Pública”, bem como “nos sectores da Saúde e Educação é requerida a melhoria do controlo de despesa e atingir melhores resultados”.
A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico sugere o aprofundamento das reformas iniciadas na Administração Pública, um melhor controlo das despesas no sector da saúde e uma reforma das pensões.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)