Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Pilotos da TAP aderem à greve dos tripulantes

Os pilotos da TAP juntam-se aos tripulantes e decidem fazer greve entre 21 e 23 de março, para contestar os cortes salariais, confirmou à agência Lusa fonte do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC).
1 de Março de 2013 às 19:55

Os restantes seis sindicatos também já decidiram avançar para a paralisação nos mesmos três dias, confirmou à agência Lusa o responsável do Sindicato dos Trabalhadores de Aviação e Aeroportos (SITAVA), José Simão, o que significa que vão estar em greve tanto os trabalhadores de ar como os de terra.

O primeiro sindicato a confirmar que avançava para a greve foi o dos tripulantes. O presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, Rui Luís, afirmou à Lusa que a decisão de convocar uma greve de três dias, na semana anterior à Páscoa, foi aprovada por unanimidade na assembleia-geral.

Em fevereiro, a companhia aérea implementou os cortes salariais determinados para a generalidade da Função Pública e das empresas do setor empresarial do Estado, entre os 3,5% e os 10%, em salários brutos acima de 1.500 euros.

A TAP já admitiu que a operação da companhia aérea pode ser afetada pelas greves hoje anunciadas, garantindo que vai tomar "todas as medidas" para minimizar os impactos do protesto.

pilotos tap greve protesto manifestação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)