Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Pinho adverte para agravamento da economia

O ministro da Economia, Manuel Pinho, admitiu esta sexta-feira que a economia mundial vai piorar, ressalvando, no entanto, que nos últimos três anos, mesmo num contexto desfavorável, foi possível obter resultados positivos.
20 de Junho de 2008 às 14:44
O ministro da Economia, Manuel Pinho
O ministro da Economia, Manuel Pinho FOTO: d.r.

Pinho, que falava no Primeiro Fórum Empresarial da Região de Aveiro, garantiu ainda que a orientação do Governo “vai ser mantida para que o País continue a ultrapassar as dificuldades, no que as pequenas e médias empresas desempenham um papel fundamental”.

Apesar de ter reconhecido que “o que nos espera agora é ainda pior” do que o que tem sido verificado nos últimos três anos, o responsável pela pasta da Economia defendeu que “é preciso continuar a andar para a frente com determinação”.

 

Entre os resultados positivos obtidos em Portugal, Manuel Pinho destacou “três mudanças importantes: aumentou a capacidade exportadora, surgiram importantes empreendimentos no interior do País e aumentou a taxa de empreendedorismo”.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)