Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

PME QUEREM MAIS INFLUÊNCIA

As organizações europeias de defesa das pequenas e médias empresas (PME) vão passar a actuar de forma concertada para reforçarem o seu poder reivindicativo, numa estratégia que será copiada por três associações similares portuguesas, disse ontem fonte associativa.
22 de Setembro de 2003 às 00:00
Durante o I Congresso Europeu de Organizações PME, a realizar entre dois e cinco de Outubro, na Maia, será formalizada uma aliança da Confederação Europeia das Associações das PME com a Confederação Europeia dos Independentes e a Aliança Europeia dos Pequenos Negócios. Na mesma ocasião, serão "lançadas as bases" para uma confederação portuguesa que aglutine as associações portuguesas de PME, segundo o presidente da Confederação Europeia dos Independentes (CEDI) e da União dos Empresários das PME de Portugal (UEPME), Pedro Fernandes.
Além da UEPME, serão sócias-fundadoras da futura confederação portuguesa a Associação Nacional das PME e a Federação dos Empresários Portugueses na Alemanha. Reivindicar um ministério para as PME é um dos objectivos da confederação a constituir, segundo Pedro Fernandes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)